Compartilhe:

Governo divulga lista com nomes de quem ainda não sacou abono



26/08/2016


Rio, São Paulo, Minas e Rio Grande do Sul são os Estados com o maior número de trabalhadores que ainda não sacaram o benefício

Fonte: Portal Brasil

A partir desta quinta-feira (25), está disponível no site do Ministério do Trabalho uma lista com o nome de todos os trabalhadores que ainda não sacaram o Abono Salarial ano-base 2014.

Cerca de 1 milhão de pessoas ainda não fizeram o saque de benefício, no valor de um salário-mínimo (R$ 880,00). O prazo para saque acaba na próxima quarta-feira, dia 31 de agosto. Depois desse período, o valor retorna ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Para realizar a consulta, é necessário que o trabalhador entre no site do Ministério do Trabalho, clique no banner “Abono Salarial”, localizado na parte superior da tela, e realize a consulta. Para avançar na pesquisa, basta que o trabalhador localize seu Estado e seu município e procure seu nome, que constará em uma lista em ordem alfabética.

Para facilitar a busca nos Estados com maior número de trabalhadores que ainda não sacaram o benefício: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, a pesquisa disponibiliza uma lista dos municípios em ordem alfabética. Exemplo: no Estado de São Paulo, procure a primeira letra do nome da sua cidade, como “C” para Campinas.

Os trabalhadores ainda podem consultar se têm direito ao benefício pelo portal http://abonosalarial.mte.gov.br/, inserindo CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento.

Outras informações podem ser obtidas diretamente com a Caixa, no caso do PIS, no telefone 0800-726 02 07, ou Banco do Brasil, no caso do Pasep, pelo número 0800-729 00 01. Os atendentes da Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também podem ajudar.




ICMS/INTERESTADUAL A CONSUMIDOR: PERCENTUAIS MUDAM EM 2018
Trabalhador poderá dar entrada no seguro-desemprego pela internet.
RFB INSTITUI DME-DECLARAÇÃO DE OPERAÇÕES LIQUIDADAS COM MOEDA EM ESPÉCIE
Receita Federal modifica idade de dependentes para inclusão na DIRPF 2018
4 PRINCIPAIS MUDANÇAS NO SIMPLES NACIONAL PARA 2018


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação