Compartilhe:

MENOS BUROCRACIA



31/07/2017


Decreto dispensa reconhecimento de firma em órgãos federais

 

O reconhecimento de firma de documentos a serem entregues em órgãos públicos federais só será necessário se houver dúvida quanto à autenticidade ou previsão legal das informações. A medida foi oficializada nesta terça-feira

(18/7) pelo Decreto 9.094/2017, publicado no Diário Oficial da União.

 

Norma define que só será necessário autenticar documentos se houver dúvidas sobre informações nele prestadas.

Reprodução

 

“Exceto se existir dúvida fundada quanto à autenticidade ou previsão legal, fica dispensado o reconhecimento de firma e a autenticação de cópia dos documentos expedidos no País e destinados a fazer prova junto a órgãos e entidades do Poder Executivo federal”, prevê o dispositivo em seu artigo 9º.

 

Outra mudança é que a apresentação de documentos poderá ser feita por meio de cópia autenticada não sendo necessária a conferência com o original.

 

A autenticação de cópia de documentos, especifica a norma, poderá ser feita pelo próprio servidor público que receber a documentação, a partir do documento original. Em caso de falsificação de informações, continua, serão adotadas medidas administrativas, civis e penais.

 

Fonte: Conjur




DREI - Padronização nacional na formulação de exigências no registro na Junta Comercial
Existe MEI para advogados? Descubra se eles podem usar esta opção para reduzir a carga tributária
ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA
ESCRITURAÇÃO CONTABIL - DISPENSA
Sinter – Manual operacional


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação