Compartilhe:

Multa da Gfip é tema de encontro de Contadores em Taboão da Serra



28/09/2017


Na manhã da última quinta-feira (21), o diretor Cultural do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo – Sindcont-SP, Claudinei Tonon, representou a Entidade no 1º Encontro de Contadores Multa GFIP, realizado na cidade de Taboão da Serra. 

O evento foi preparado por Profissionais da Contabilidade que estiveram no Sindcont-SP para tratar do assunto em reuniões realizadas em 2016. 

Segundo Kelly de Fátima Bracini, organizadora do encontro, a ideia dos Contadores participantes é anular as multas da Gfip, que considera abusivas. “Essas multas são tão incoerentes que podem fazer com que diversos Contadores abram falência. E isso não prejudicaria apenas os profissionais afetados diretamente, mas também as empresas para as quais estes profissionais prestam serviço, bem como a classe contábil como um todo”, enfatizou. 

A Contadora explicou que um dos objetivos do encontro foi alinhar os passos que deverão ser seguidos por aqueles que já receberam as multas. O primeiro dele é pedir a impugnação da multa junto à Receita Federal. Já prevendo que a solicitação será indeferida, o movimento seguinte seria fazer uma defesa junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais – Carf.

 “Por ser um órgão mais imparcial, temos boas esperanças sobre a nossa defesa, que já foi desenvolvida por profissionais contábeis e advogados. Mas, caso a defesa também falhe, o caminho será partir para a instância federal”, explica Kelly. 

Os Contadores estão se organizando ainda para irem à Brasília encontrar com o deputado Laércio de Oliveira, autor do Projeto de Lei 7512, que visa anular os débitos tributários oriundos das multas da GFIP. O PL ainda aguarda a apreciação pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. “Como os PLs costumam ser votados de quinta-feira, um dos nossos objetivos é estar lá no dia dessa votação, afinal de contas, são nossos direitos que estão em jogo”, destaca Bracini.

 Sindcont-SP 

Em 4 de fevereiro de 2016, o Sindcont-SP participou de uma audiência com a superintendência da RFB em Brasília, levando e expondo todos os aspectos da situação envolvendo as multas da GFIP, bem como entregando cópias de quase dois mil autos de infração enviados por Contabilistas de todos os Estados da Federação, manifestando o reclamo e clamor da Classe Contábil. A Entidade é contra a cobrança de tais multas.

 

Texto: Katherine Coutinho
Fotos: Ascom Sindcont-SP
Edição: Lenilde De León

 




CGSN retira contador e técnico contábil do MEI e determina novas regras para uso da Certificação
PRE-CADASTRO DA SOLICITAÇÃO DA CTPS
Comissão aprova dedução no IR das despesas de idosos com remédio
Cheques de qualquer valor serão compensados em até um dia útil
Certificação das Entidades Beneficentes de Assistência Social (Cebas)


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação