Compartilhe:

As multas e penalidades ao não cumprimento do eSocial



18/09/2018


Conheça as multas e penalidades do eSocial às quais as empresas estão sujeitas caso não cumpram as normas.

17 de setembro de 2018 

 

O eSocial, maior e mais complexa parte do Sped (Sistema Público de Escrituração Digital), exige que os empregadores enviem ao Fisco, de maneira digital e unificada, todas as informações trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fundiárias relativas aos seus trabalhadores, sejam eles empregados, avulsos, contribuintes individuais etc.

Com a nova obrigação, o governo tem como objetivo a simplificação de processos. No entanto, o sistema representa uma complexa mudança de paradigma no fornecimento de dados e informações.

Além disso, com o eSocial a fiscalização ficou mais rígida, já que todas as informações agora estão disponibilizadas em ambiente digital  Assim, as empresas precisam estar preparadas para aderir ao novo sistema, com conhecimento prévio e soluções para o correto preenchimento dos dados.

Conheça algumas penalidades que as empresas estão sujeitas caso não cumpram as normas estabelecidas pelo eSocial.

Multas e penalidades do eSocial

Alteração dos dados cadastrais e contratuais

O empregador tem responsabilidade de comunicar as alterações ocorridas no contrato de trabalho, assim como os dados cadastrais do colaborador, durante o período vigente de vínculo empregatício.

Valor da multa: de R$ 201, 27 a R$ 402,54.

Contratação do colaborador

Com o eSocial, as informações sobre a admissão do colaborador devem ser enviadas até o dia anterior ao início das atividades do mesmo.

A ausência de registro gera multa de R$ 3 mil por empregado, acrescido do mesmo valor em casos de reincidência.

Atestado de Saúde Ocupacional

A não realização dos exames médicos previstos em lei, como admissional, periódico, de retorno ao trabalho, mudança de função ou demissional sujeita o empregador à multa, que pode ir de R$ 402,53 a R$ 4.025,33.

Afastamento temporário

Independente do motivo, a empresa tem a obrigação de informar afastamentos de colaboradores. A falta dessa comunicação pode custar multa de R$ 1.812,87 a R$ 181.284,63.

Folha de Pagamento

Agora, novas variáveis impactam a Folha de Pagamento das empresas. O documento deve ser preenchido em conformidade com as novas regras do eSocial. Quem não se adequar corre o risco de pagar multa com valor a partir de R$ 1.812,17.

Acidente de trabalho

A empresa é obrigada a informar qualquer situação de acidente de trabalho em até um dia útil subsequente à ocorrência – com exceção de caso de óbito, quando o envio da informação deve ser imediato. Quem não cumprir a regra, sofrerá multa que pode variar entre o limite mínimo e máximo do salário de contribuição, podendo o valor ser dobrado em caso de reincidência.

Não informar o trabalhador sobre os riscos do trabalho

Colaboradores expostos a agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou a agentes prejudiciais à saúde ou à integridade física devem ser devidamente informados sobre tais riscos. As empresas que descumprirem as regras podem receber multas que variam entre R$ 1.812,87 a R$ 181.284,63.

Férias

O pagamento referente às férias dos colaboradores deve ser feito até a data limite, sem atrasos. A multa nesses casos varia entre R$ 10,64 a R$ 106,41 por funcionário. Em caso de reincidência, o valor será cobrado em dobro.

FSTS

O depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também deve ser feito pelo eSocial. As empresas que não efetuarem o depósito, não computarem parcela ou efetuarem o pagamento após a notificação estarão sujeitas a multas que variam entre R$ 10,64 e R$ 106,41 por empregado, valor que pode ser dobrado em caso de reincidência.

Conteúdo via Partwork




PERT PROGRAMA ESPECIAL REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA CONSOLIDAÇÃO DOS DÉBITOS
Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR). PARA 2019
RECEITA FEDERAL INSTITUI O CADASTRO NACIONAL DE OBRAS (CNO)
RIR 2018 - DECRETO Nº 9.580, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2018
COMPLEMENTAÇÃO E RESTITUIÇÃO DO ICMS DEVIDO POR SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA EM RAZÃO DA NÃO DEFINITIVIDA


Mídia Marketing - 2012
Setor de Programação